www.flickr.com

quarta-feira, 27 de maio de 2015

Programação 1º Fórum do Povo do Axé do Subúrbio Ferroviário de Salvador-Ba

1º Fórum do Povo do Axé do Subúrbio Ferroviário de Salvador-Ba
         “#Subúrbio, a nova Cachoeira”


Prezados irmãos(as),
Sua Benção.

É  com  grande  satisfação  que  entramos  em  contato  com  vss.ª  para  informar  que  a Biblioteca Abdias Nascimento estará realizando nos próximos dias 13 e 14 de junho no Parque São Bartolomeu, o Primeiro  Fórum do  Povo  do  Axé  do  Subúrbio  Ferroviário  de  Salvador,  com o tema “ Subúrbio, a nova Cachoeira”. O objetivo do encontro é dar visibilidade e promover o diálogo à cerca da presença e direitos da população negra e de terreiro que se configura enquanto maioria nesta região. A  atividade  marca  também  a  comemoração  dos  sete  anos  de  fundação  da  nossa instituição, completados no dia 30 de maio. Neste fórum, além de mesas redondas com representantes das instituições que lutam pela promoção das direitos da população afro-brasileira,  haverão  oficinas  e  apresentações  artísticas,  exposição  de  práticas  na  área cultural e artigos acadêmicos sobre o tema e estaremos lançando o Jornal Kwaanza, mais uma ferramenta na luta de combate ao racismo e intolerância.


PROGRAMAÇÃO

SÁBADO, 13 de junho de 2015:
Local: Parque São Bartolomeu (Centro de Referência)
9:00h 
Abertura Oficial
Salva de Atabaques com Ogans representantes de terreiros locais
Apresentação Musical do Coral Afro nkorin Yorùbá
Fala Institucional: Isis Sacramento (coordenadora Biblioteca Abdias Nascimento)
Representantes do Parque São Bartolomeu e autoridades governamentais

10:00h
Mesa Redonda com representantes das organizações de defesa dos direitos do povo negro e dos povos de terreiro de Salvador-Ba:
Centro de Referência Nelson Mandela/ACBANTU/SIOBA/NAFRO-PM

12:00h
Almoço Coletivo e Visita ao Parque (levar alimentos para compartilhar)

14:00h
Salva de Atabaques
Apresentação Artística: Carimbó do Grupo de Idosas Conviver Vó Maria (Periperí)
Painel “Arte e Axé” – O Terreiro enquanto espaço de promoção do saber e formação de identidades. Expositoras: Neci Neves (Terreiro Torrungunan – Lagoa da Paixão/Faz. Coutos)
Mãe Val (Afoxé Filhos de Ogun de Ronda)

15:00h
1.Oficinas artísticas diversas (Torços e Turbantes, Arte em Cerâmica/Argila, Dança de Rua);

2.Comunicação Oral: Apresentação de Artigos Acadêmicos e Exposição de Práticas e Iniciativas na área cultural

2.1. Relatos de um enclave – Centro Cultural Mata Inteira ou Terreiro de Omolú, uma história de ressignificação do espaço publico  - George Dinís Teixeira –  UFBA - Salvador/Ba
2.2. Teoria Feminista como transformação social: pelo fim da cegueira de gênero - Angela Carla de Farias - PPGNEIM-UFBA

16:30h
Apresentação Artística:
Afro-Butoh  Calé Miranda - Rio de Janeiro/RJ (Prêmio FUNART Artes Cênicas de Rua 2009)

DOMINGO, 14 de junho de 2015:
Local: Parque São Bartolomeu (Centro de Referência)

09:00h
Salva de Atabaques com Ogans representantes de terreiros locais
Apresentação Artística de Capoeira e Maculelê – Afoxé Filhos de Ogun de Ronda

09:30h
Painel “Antiguidade é Posto” (partilha de vivências com zeladores representantes de comunidades/terreiro locais)

10:00h

1.Conclusão das Oficinas Artísticas;
2.Comunicação Oral: Apresentação de Artigos Acadêmicos e Exposição de Práticas e Iniciativas na área cultural
2.1. Uma História de vida em Praia Grande (Ilha de Maré)Marcos Rodrigues – UFBA – Salvador/Ba
2.2. Comunidade Negra e Direitos - Dandara Pinho

12:00h
Almoço Coletivo (levar alimentos para compartilhar)

14:00h
Salva de Atabaques com Ogans representantes de terreiros locais
Lançamento do Jornal “Kwanzaa” da Biblioteca Abdias Nascimento

14:45h
JAM da B.A.N – Jam Session e Sarau Poético com Mostra dos resultados das oficinas;
Apresentação de artistas locais;
Recital de Poesias

16:30h
Encerramento:
Apresentação musical à confirmar


O 1º Fórum do Povo do Axé do Subúrbio Ferroviário de Salvador-Ba, estará realizando três oficinas artísticas que tem como objetivo incentivar a realização de atividades culturais e artísticas dentro das comunidades  terreiro.  Sendo elas de Torços e Turbantes, Arte em Cerâmica/Argila e Dança de Rua. Solicitamos  aos  responsáveis  que  orientem  os  seus  filhos,  amigos  e  irmãos membros das comunidades à se inscreverem. Cada pessoa poderá se inscrever em apenas uma oficina e participará de atividades complementares. A inscrição  e  participação  é  gratuita.  A  ficha  de  inscrição deverá  ser solicitada por e-mail e entregue  até  o  dia  11  de  junho  na administração do parque ou através  do e-mail iya_ccan@yahoo.com.br.

(Gostaríamos de expressar que seria uma grande honra para nós contar com vossa presença e participação, expondo a sua prática e participando das discussões conforme programação em anexo.
O evento é gratuito e aberto a todos os públicos e idades, sinta-se à vontade para divulgar, levar seu grupo, comunidade-terreiro e/ou educandos.)

Maiores informações através do e-mail: iya_ccan@yahoo.com.br e telefone (71) 9201-9847. 

quinta-feira, 21 de maio de 2015

Primeiro Fórum do Povo do Axé do Subúrbio Ferroviário de Salvador

Estão abertas as inscrições para os interessados em apresentar relatos de práticas e vivências bem como artigos acadêmicos que tenham como foco a Cultura Afro-brasileira e Africana, Povos e Comunidades Tradicionais de Terreiro e temáticas transversais como Identidade, Luta por Direitos, Combate à Intolerância e Questões de Gênero.

Os relatos serão apresentados durante o Primeiro Fórum do Povo do Axé do Subúrbio Ferroviário de Salvador, a ser realizado nos dias 13 e 14 de junho do 2015.


Os interessados deverão enviar um resumo do trabalho juntamente com currículo resumido para o e-mail: iya_ccan@yahoo.com.br

Breve será publicada a programação parcial do evento.

domingo, 17 de maio de 2015

Mês Comemorativo aos Sete Anos da Biblioteca Abdias Nascimento

Sete é um número de axé e no dia 30 de maio a Biblioteca Abdias Nascimento celebra os seus sete anos de existência.  
As comemorações iniciaram neste sábado, dia 16 de maio, com a realização do Ajeun Cultural (Feijoada Comemorativa para amigos e parceiros), seguiram no domingo com mais uma edição do Sarau Poético e JamSession "Jam da BAN" no Parque São Bartolomeu e se estendem até o mês de junho com a realização do Fórum de Religiosidade Afro-brasileira do Subúrbio Ferroviário com o tema: "‪#‎Subúrbio‬, a nova Cachoeira", que traz grandes novidades... 
          Em breve publicaremos mais informações.

Acompanhem!


Mês Comemorativo aos Sete Anos da Biblioteca Abdias Nascimento

Emissoras de tv são condenadas por intolerância religiosa

Boas notícias do Brasil: Em 12 de maio, as emissoras de televisão Rede Record e Rede Mulher foram condenadas a produzir e exibir, cada uma, quatro programas de televisão, a título de direito de resposta às religiões de origem africana, em razão das ofensas proferidas contra elas em suas programações. Cada programa deverá ter a duração mínima de uma hora e as rés empregarão seus respectivos espaços físicos, equipamentos e pessoal técnico para produzi-los. A decisão é do juiz Djalma Moreira Gomes, da 25ª Vara Federal Cível em São Paulo/SP. (...) O magistrado transcreve um trecho da liminar proferida na ação, pela juíza federal Marisa Cláudia Gonçalves Cucio, que mostrou relatos de pessoas que se converteram à Igreja Universal, mas antes eram adeptas às religiões afro-brasileiras, eram tratadas como “ex-bruxa”, “ex-mãe de encosto” e acusadas de terem servido aos “espíritos do mal”.
“Este tipo de mensagem desrespeitosa, com cunho de preconceito [...] tem impacto poderoso sobre a população, principalmente a de baixa escolaridade, porque é acessada por centenas de milhares de pessoas que podem recebe-la como uma verdade”, explicou, na ocasião, Marisa Cucio.
Tanto a Rede Record quanto a Rede Mulher deverão exibir cada um dos quatro programas em duas oportunidades (totalizando oito exibições por emissora), em horários correspondentes àqueles em que foram exibidos os programas que praticaram as ofensas. Além disso, deverão realizar três chamadas aos telespectadores na véspera ou no próprio dia da exibição.
Processo n.º 2004.61.00.034549-6
Publicado em: Rede Afrobrasileira Sociocultural


Justiça condena emissoras de tv

quarta-feira, 13 de maio de 2015

JAM da B.A.N. - Jamsession & Sarau Poético

E aí, pessoal, no domingo dia 17/05, estaremos mais uma vez no nosso evento mensal no Espaço de Cultura e Artes do Parque São Bartolomeu.

A Biblioteca Abdias Nascimento vem realizando mensalmente  este sarau poético que mistura música e poesia com a percussividade africana. 

Traga sua poesia, música, banda, instrumento musical ou intervenção artística e venha compartilhar conosco e conhecer esse patrimônio cultural e imaterial afro-brasileiro

Evento gratuito e livre para todos os públicos.

(É importante salientar que a JAM da BAN busca estritamente dar lugar à expressão artística dos presentes, independente de capacidade ou valor técnico.
O objetivo do evento é fazer com que qualquer um possa se manifestar artisticamente, seja músico profissional, amador, aprendiz, poeta, leitor, ou simpatizante, e, assim, criarmos um ambiente de comunhão e respeito para que possamos nos mostrar sensivelmente.
O que está em jogo aqui é o que você tem para dizer, independente de como você dirá, portanto, deixo a mensagem a todos os irmãos que, por ventura, estejam inibidos ou sentindo-se deslocados para comparecer. 
O local da JAM da BAN será o novo espaço de educação, cultura e manifestação artística do Parque São Bartolomeu. O espaço fica localizado logo na entrada do parque. Esperamos vocês lá.)
Informações: (71)9201-9847)


    image image