www.flickr.com

quinta-feira, 8 de agosto de 2013

Palmares 25 Anos

A Fundação Cultural Palmares preparou uma programação especial para celebrar os 25 anos dedicados à arte e a cultura negra. Este ano, os eventos em comemoração ao jubileu de prata da Fundação acontecerão em 10 estados brasileiros: Brasília/DF, Salvador/BA, São Paulo/SP, Rio de Janeiro/RJ, São Luis/MA, Recife/PE, Porto Alegre/RS, Vitória/ES, Cuiabá/MT, Maceió/AL. As ações têm início no próximo dia 14 de agosto e seguem até 23 de outubro. É o Palmares 25 Anos levando a FCP para ainda mais perto dos brasileiros e brasileiras.

Com um viés político, o calendário com 25 atividades está recheado de debates e seminários sobre arte e cultura afro-brasileira, além disso, também estão programadas mostra de cinema negro, plantio de árvores sagradas e apresentações artístico-culturais diversas. Confira a programação completa.

Palmares para mais 25 - Entre os principais temas em discussão estão cultura negra e políticas públicas; memória e identidade da cultura afro-brasileira; o corpo negro no audiovisual; artes cênicas e artes plásticas; o universo literário negro; a questão quilombola na perspectiva do Direito; mídia e relações raciais; religiosidade e cultura afro-brasileira, entre outros assuntos.

De acordo com Hilton Cobra, presidente da Fundação Palmares, o intuito do Palmares 25 Anos é reunir reflexões, já em discussão por agentes culturais e a sociedade civil negra, que dêem base para a criação do projeto para uma Palmares pós 25 anos. “Queremos contribuir para criar uma FCP do futuro, que dialogue com todos os setores da sociedade brasileira que pense cultura e, principalmente, cultura negra”, disse.

O presidente Cobra espera que a partir dessa programação seja possível pensar como a Fundação pode chegar nos demais territórios brasileiros. Para isso, ele destaca o fortalecimento das Representações Regionais já estabelecidas. “Existem povos e comunidades tradicionais de matrizes africanas em todo o país. Arte e cultura negra é o Brasil (sic.).”

25 anos de história com a cultura negra – Em resposta às demandas do Movimento Negro, no dia 22 de agosto de 1988, o então presidente da república José Sarney fundou a primeira instituição pública federal voltada para promoção e preservação da arte e da cultura afro-brasileira: a Fundação Cultural Palmares. Neste ano de 2013, a FCP comemora 25 anos de trabalho por uma política cultural igualitária e inclusiva, que busca contribuir para a valorização das manifestações culturais e artísticas negras brasileiras como patrimônios nacionais.

Para mais informações sobre os eventos, entre em contato com a FCP pelo e-mail: 25anospalmares@palmares.gov.br.

fonte: http://www.palmares.gov.br/2013/08/palmares-25-anos-fcp-lanca-programacao-de-aniversario/

Empréstimo de Livros

A coordenação do Ponto de Leitura Biblioteca Abdias Nascimento, no uso de suas atribuições, decide: Disponibilizar para empréstimo o seu acervo, de acordo com as normas da biblioteca, para associados, parceiros/colaboradores, usuários assíduos e alunos/ex-alunos do Curso de Língua e Cultura Yorubá.

Os interessados deverão entrar em contato, realizar cadastro apresentando cópia de RG, CPF e Comprovante de Residência e retirar os livros pessoalmente na sede do ponto de leitura.
O prazo de empréstimo é de 7 (sete) dias podendo ser renovado caso não haja reserva para aquele exemplar.

Informações: iya_ccan@yahoo.com.br
(71) 8708-9110

domingo, 4 de agosto de 2013

COMUNICADO IMPORTANTE

Informamos que em virtude de problemas na estrutura física do espaço que abrigava a nossa sede, nossas atividades estão sendo transferidas por tempo indeterminado para o seguinte endereço:

rua Engenheiro Agenor de Freitas, Periperí, n* 53, térreo.
(final da rua da Seresta do Gají, última casa no lado direito, esquina com o campo de futebol)

Obs.: as correspondências também deverão ser encaminhadas para este endereço. CEP 40.720-278

À Coordenação
Ponto de Leitura Biblioteca Abdias Nascimento
Tel.: (71) 8708-9110
E-mail: iya_ccan@yahoo.com.br

sexta-feira, 2 de agosto de 2013

Ponto de Leitura realiza Excursão Cultural à Festa da Boa Morte

O Ponto de Leitura Biblioteca Abdias Nascimento realiza a Excursão Cultural com destino à Festa da Boa Morte - Cahoeira/Ba, no dia 15 de agosto, quinta-feira (dia de Nossa Senhora da Glória e ápce da festa). A saída será às 7:00h da Praça da Revolução - Periperi e retorno às 20:00h saindo de Cachoeira.
Durante o percurso, no ônibus, haverá samba de roda ao vivo tocado por músicos locais.

Os interessados deverão entrar em contato pelo e-mai:l iya_ccan@yahoo.com.br e confirmar a vaga mediante pagamento da taxa no valor de R$40,00 até o dia 12/08, de acordo com as orientações transmitidas pelo e-mail.

quinta-feira, 1 de agosto de 2013

Inscrições do Prêmio Abdias Nascimento são prorrogadas



Inscrições do Prêmio Abdias Nascimento são prorrogadas

Prêmio que apoia questões raciais no Brasil recebe o apoio do Fundo Baobá

Redação Correio Nagô* – As inscrições para o 3º Prêmio Nacional Jornalista Abdias Nascimento, que devem ser efetuadas via Internet, foram prorrogadas até o dia 11 de agosto. A iniciativa tem como propósito estimular a cobertura jornalística qualificada sobre temas relacionados à população negra e incentivar medidas de combate às desigualdades socioeconômicas em função da raça no Brasil. Serão distribuídos R$ 35 mil em prêmios.

O Prêmio homenageia o ex-senador, ativista histórico dos direitos humanos e jornalista Abdias Nascimento, ícone da luta contra o racismo no Brasil, falecido em 2011, e conta com o apoio e patrocínio do Fundo Baobá para Equidade Racial, entidade voltada à promoção da equidade racial da população negra brasileira e ao apoio a projetos nessa área. “Esta iniciativa é fundamental para estimular a maior diversidade no jornalismo brasileiro e para que a população negra seja retratada pela mídia em toda a sua riqueza e complexidade”, coloca Athayde Motta, diretor executivo do Fundo Baobá.

O Prêmio é direcionado a jornalistas profissionais de todo o país que queiram inscrever matérias e reportagens inéditas, publicadas ou veiculadas na imprensa brasileira entre 01 de agosto de 2012 e 31 de julho de 2013. As abordagens podem estar entre diversos temas relacionados aos negros: racismo no esporte, saúde; juventude, desigualdades, direitos humanos, políticas públicas, mercado de trabalho, movimentos sociais, discriminação racial, entre outros.

Ao todo, são sete categorias: mídia impressa, televisão, rádio, internet, mídia alternativa/comunitária, fotografia e categoria Especial de Gênero Jornalista Antonieta de Barros. O interessado pode inscrever até três trabalhos por categoria. E um único trabalho pode ser inscrito em mais de uma categoria – na Categoria Especial de Gênero e em alguma outra das seis categorias disponíveis no regulamento do Prêmio.

Lançado em 2011, o Prêmio Nacional Jornalista Abdias Nascimento é uma iniciativa da Comissão de Jornalistas pela Igualdade Racial (Cojira-Rio) e do Sindicato dos Jornalistas Profissionais do Município do Rio de Janeiro (SJPMRJ), e conta com o apoio das demais Cojiras (Comissão de Jornalistas pela Igualdade Racial) que atuam nos sindicatos dos jornalistas de três estados brasileiros (SP, AL e PB) e no Distrito Federal, da Cojira-MT, além do Núcleo de Comunicadores Afro-Brasileiros.

A cerimônia de entrega do 3º Prêmio Nacional Jornalista Abdias Nascimento será realizada no mês de novembro, no Rio de Janeiro (capital).
*Com informações da assessoria do Fundo Baobá

Fonte: Correio Nagô